Fim da burca! A primeira dama do Qatar rompe com as tradições…

A Ásia é um assunto complicado e é difícil para alguns europeus se acostumarem com as tradições e costumes do mundo árabe. Particularmente, para eles, é algo horrível que as mulheres sejam obrigadas a usar um véu e que os homens sejam polígamos. Além disso as mulheres não tem muitos direitos nessa cultura.

Porém, no mundo islâmico apareceu uma mulher que se atreveu a desafiar as tradições de todas as gerações passadas. A esposa do presidente do Qatar não apenas deixou de usar o véu mas também está participando ativamente na política!

Essa heroína se chama Sjeikha Moza e é considerada a mulher mais influente do oriente. A revista Forbes a incluiu na lista das 100 mulheres mais poderosas do mundo.

 

A história dela merece muito respeito, porque sua influência foi conquistada ao longo do tempo!

 

 

Com 18 anos ela conheceu o príncipe Hamad Bin Khalifa Al-Thani e se acendeu uma faísca de amor. Enquanto a maioria das meninas teriam se casado o mais rápido possível, ela preferiu terminar seus estudos antes.

 

 

Ela estudou Psicologia na Universidade do Qatar e depois completou sua formação em instituições americanas.

 

 

Depois de terminar seus estudos, Moza finalmente se casou. Nos primeiros anos ela se dedicou exclusivamente à sua família. Porém, ela não contava com as condições necessárias para expressar seu trabalho. Afinal, o Qatar ainda não tinha muita influência entre os países árabes e o seu esposo ainda não era um governante.

 

 

Tudo mudou em 1995 quando seu esposo substituiu ao seu próprio pai, com um golpe de estado, e se tornou chefe. O novo governante se aproximou do ocidente e realizou uma série de reformas. Qatar passou a receber o apoio dos principais países do mundo, que se uniram à eles.

 

 

A mudança na situação política deu uma oportunidade a Moza. Embora ela fosse a segunda esposa do emir, graças à sua educação ela se transformou na primeira dama do país.

 

 

Ela não só passou a acompanhar seu marido em viagens de negócios, mas também começou a realizar vários programas humanitários. Com o tempo a força de Moza foi ficando cada vez maior.

 

 

Primeiramente, ela nunca se sentiu atraída aos padrões de roupas para mulheres árabes. E pouco a pouco foi transformando seu look de acordo com a moda. A primeira dama do Qatar usa roupas desenhadas pelos estilistas mais famosos do mundo.

 

 

Ela costuma usar looks com calças, que se transformaram em uma sensação! A única coisa que relembra sua origem oriental é um lenço pequeno e elegante que ela usa na cabeça.

 

 

De tão bonita é difícil acreditar que já tenha 56 anos e tenha sido mãe de 7 filhos.

 

 

Mas o mérito principal dela não é a aparência. Sheikha Moza tem uma série de responsabilidades nacionais e internacionais. Ela é responsável pela Fundação Qatar para Educação, Ciência e Desenvolvimento da Comunidade, também é presidente do Conselho Supremo de Assuntos da Família e vice-presidente do Conselho Superior de Educação. E ainda ocupa um cargo de enviada especial da UNESCO.

 

 

Seu marido está um pouco afastado da política, mas ela continua sendo considerada a primeira dama do Qatar.

 

 

Lendo a históra de Moza, é difícil não admirá-la. Se você também se inspirou com sua carreira, compartilhe sua história com outras pessoas!

Comentarios

comentarios

Curtiu este post? Então clique aqui:

Você também pode gostar