20 momentos que derreteram nosso coração em 2015

O ano de 2015 pode ter sido um ano difícil e alguns tiveram que passar por períodos bastante agitados, mas também tivemos muita luz e bons momentos que não podemos deixar para trás.

 

Lembra quando um bairro inteiro aprendeu linguagem de sinais para impressionar o vizinho surdo?

 

E esse homem que comprava tartarugas no mercado para devolve-las ao mar…

 

Esse cirurgião que tranquiliza seu paciente antes da cirurgia vendo alguns desenhos com ele.

 

Um empregado do McDonald’s que ajuda uma pessoa com deficiência a cortar sua comida.

 

O casal que gastou todo seu dinheiro do casamento para alimentar 4 mil refugiados em seu casamento.

 

O sorriso de orelha a orelha do burrinho resgatado.

 

O jovem que ia à uma entrevista e não sabia dar um nó na gravata mas foi ajudado por um senhor estranho a arrumá-la.

 

Um estudante que foi a uma palestra com seu bebê porque não tinha com quem deixar a criança. Quando o bebê começou a chorar, o professor o pegou no colo e continuou a aula.

 

Uma mulher que adotou as quatro filhas de sua amiga, que morreu de câncer cerebral.

 

Eles envelheceram juntos. Agora o cãozinho não pode mais caminhas, mas apear disso, ele o leva todos os dias para passear.

 

Essa cafeteria que deixar entrar os cãezinhos de rua, quando faz frio.

 

Essas crianças canadenses que colocaram alguns casacos na rua e escreveram: “Esses casacos não estão perdidos, eles estão buscando um dono. Se você está com frio, pode levar pra casa.”

 

Um homem teve um infarto quando estava cortando a grama. Os médicos terminaram de cortar a grama depois de salvar sua vida.

 

Esse homem vestido de Homem-Aranha que alimenta os moradores de rua à noite.

 

Esse pequeno animalzinho que não se afasta de homem que salvou sua vida.

 

Húngaros que levaram seus sapatos à estação de metrô para os refugiados.

 

Um pai enxarcado de água protegendo seu filho da chuva.

 

Essa menina de 9 anos que constrói pequenas casas para moradores de rua passarem a noite quando o clima está frio.

 

Essa mulher de 92 anos que conheceu seu netinho de 2 dias.

 

O vovô de 80 anos que construiu um trem e agora passeia com os cãezinhos de rua por toda a cidade.

Comentarios

comentarios

Curtiu este post? Então clique aqui:

Você também pode gostar